O Desespero da Velhinha

II

O DESESPERO DA VELHINHA

A velhinha recurvada alegrou-se ao ver no berço a criancinha a quem todos festejavam e agradavam; esse lindo ser tão frágil quanto ela e como ela, também, sem dentes e sem cabelos.
Aproximou-se do bebê querendo fazer graças com risinhos e caretas agradáveis.
Mas a criança, espantada, debateu-se sob os carinhos da boa senhora decrépita e encheu a casa com seus gritos agudos.
Então a boa velhinha retirou-se a sua solidão eterna e chorou num canto dizendo para si: “Ah! Para nós, infelizes mulheres velhas, a idade impede de transmitir alegria mesmo aos inocentes; nós causamos horror às criancinhas a quem nós queremos mostrar amor.”

11 comentários:

  1. como se faz um poema em prosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nao sei mas esses sao ridiculos

      Excluir
  2. Talvez vocês achem ridículo porque não leram outros poemas de Baudelaire, e não percebem certas sutilezas, aqui ele está tentando representar, de forma ilustrativa para o leitor, o encontro do grotesco com o trágico. E sim, o encontro do grotesco com o trágico para a maioria das pessoas pode ser traduzido por "ridículo". E acho que Baudelaire já esperava essa reação do leitor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo! As pessoas nem conhecem a obra e vem criticar com análises rasas.

      Excluir
  3. Baudelaire ridiculo!?!?! Para vocês, o cão e o frasco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O cão e o frasco kkkkkk A cara desse público que nem conhece o poeta e o critica!

      Excluir
  4. Lindo e triste esse poema, e triste aqueles que não entendem...

    ResponderExcluir
  5. Seja qual for o comentário sobre este poema ele atingiu seu objetivo que é dispertar o leitor, também achei "ridículo", triste, lindo, curioso, trágico. É isso que a arte faz com a gente.
    Os comentários de todos (inclusive o meu) compravam isso (Bonna)

    ResponderExcluir
  6. É fantástico como a convocação tua "hipócrita leitor", lá das Flores, está aqui presente no despertar da reação enquanto co-construção da obra.

    ResponderExcluir
  7. Quando eu vejo um ser chamando a obra de Baudalaire de ridículo eu logo penso...o dom da vida por vezes é desperdiçado.

    ResponderExcluir